3.3.08

Como preparar água para os beija-flores

Como preparar água para os beija-flores


Ampliar imagem
Beija Flor

Você compra um bonito bebedouro, enche com água e açúcar, instala num local propício e, ao invés de beija-flores, atrai um monte abelhas! Este e outros problemas realmente podem ocorrer nos bebedouros. Outro problema bem comum é a fermentação da mistura, que pode até prejudicar os pássaros. Veja como é possível evitar estes problemas:

Proporção açúcar/água:
A alimentação artificial complementar de beija-flores é feita com uma mistura de quatro partes de água filtrada para uma parte de açúcar, medidas em volume. Por exemplo: em 100 ml da mistura, teremos 80 ml de água e 20 ml de açúcar. O excesso de açúcar é desperdício, mas não chega a causar problema aos animais. O açúcar fornece energia, mas as aves continuam necessitando buscar insetos e pequenas aranhas para sua dieta em proteínas.

Limpeza:
A falta de higiene nos bebedouros faz mal e até mesmo pode matar os beija-flores. Os bebedouros devem ser muito bem limpos e a água açucarada trocada diariamente. Assim, se evita o crescimento de um fungo que se instala na garganta da ave e pode causar sua morte por sufocação. Devemos ter dois bebedouros para usar em cada ponto de alimentação. Remove-se para limpeza o que foi usado e se coloca com mistura nova, o bebedouro já limpo no dia anterior. Como fazer a limpeza: retire o bebedouro sujo, lave com água corrente, escove onde haja depósito de sujeira e pontos pretos de fungo. Coloque de molho por 20 minutos em recipiente com água misturada com um pouco de água sanitária. Enxágüe bem e deixe secar para reutilização no dia seguinte.

Como evitar as formigas:
No caso de formigas visitarem o bebedouro, é só passar vaselina no gancho e arame que o penduram, para que elas não passem.

Como evitar as abelhas:
Quando abelhas começarem a visitar o bebedouro a proporção de açúcar pode ser diminuída. É que o beija-flor aceita água com menos açúcar, mas ela passa a ser desinteressante para as abelhas. As abelhas só aparecem em algumas épocas do ano, quando faltam flores no ambiente para sua alimentação. Após algumas semanas, as flores voltam à região, as abelhas não precisam mais do açúcar e desaparecem.
Repelente natural de abelhas - Se a diminuição na concentração de açúcar na mistura para os beija-flores não for suficiente para espantar as abelhas, pode-se usar um repelente natural. A receita é a seguinte: 1 colher de sopa de vinagre + 1 colher de sopa de azeite + ¼ de dente de alho. Amasse o alho com um garfo e vá juntando os outros ingredientes, homogeneizando a mistura. Encha o bebedouro limpo com a solução de açúcar e, antes de pendurá-lo no ponto de alimentação, passe o repelente com pincel onde pousam as abelhas (flores de plástico e em torno do furo). Não deixe misturar com a solução de açúcar. A sobra do repelente pode ser guardada em geladeira por alguns dias para reutilização. Antes do reuso, deixe em temperatura ambiente por alguns minutos, misture bem seus componentes (homogeneizar) e então pincele no bebedouro.

Aves:
O beija-flor-tesourão (Eupetomena macroura) que mede cerca de 19cm, é escuro e de rabo comprido, às vezes se apossa do bebedouro e não deixa mais nenhuma ave ali beber. É o dono do local! Neste caso, pode-se colocar outro ponto de alimentação um pouco mais afastado, para permitir que as outras aves também tenham oportunidade. No bebedouro para beija-flores, também podemos receber a visita de muitas cambacicas ou sebinhos (Coereba flaveola), de sanhaço-de-coqueiro (Thraupis palmarum), de saí-azul (Dacnis cayana) e de outras aves que se alimentam de néctar. Podemos anexar um poleiro ao bebedouro, para facilitar o acesso a estas outras aves. Ele pode ser um palito de churrasco, ou pauzinho japonês, atravessado na base oca do bebedouro. A finalidade do bebedouro para beija-flores é atrair estas aves para os jardins, varandas, janelas.

O bebedouro não substitui as necessidades nutricionais dos beija-flores, já que o néctar tem outros nutrientes além do açúcar e, além disso, os beija-flores se alimentam também de pequenos insetos e artrópodes, de onde obtêm proteínas.

Os bebedouros para beija-flores já foram incriminados como causadores de candidíase oral nesta aves, o que, entretanto, não está comprovado científicamente. Para saber mais, acesse o link http://www.ib.usp.br/ceo/mitos/mitos.htm.

_________________
www.jardimdeflores.com.br
_________________

3 comentários:

Anônimo disse...

parabens pelo seu lindo trabalho eu moro numa chacara e aqui vem muito beija flores aqui tem muitas flores plantadas e tambem tem muitas abelhas que comodao nos e os beija flores sei que vc e uma pessoas muito o cupada mas gostaria de entrar em comntato com vc esse e meu msn...
vitinhovioleiropantaneiro@hotmail.com
ficaria feliz de vc poder me ajudar mais com minhas perguntas eu sou um grande apreciador adebito dessa ave tao maravilhosa...
um bom dia na paz do nosso senhor...victor delmasso

Anônimo disse...

parabens pelo dse bhbzdfgbkvb dhbfx,vkb ghm g h h h v ggh j ng otaria!!!rsrsrsrs burra kkkk

Jorge Ramiro on 19/01/14 14:12 disse...

Eu tenho alguns restaurantes campinas e tenho um jardim com muitas flores. Obrigado pelas dicas!

Postagens populares

 

Amigas

visite também

cuidando da CASA e de VOCÊ !!! Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template